SEJA MEMBRO DO BLOG JOAÍMA

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

HISTÓRIA DO REISADO DE JOAÍMA



Segundo D. Ana Rodrigues Gonçalves (D. Preta), cantadeira de reis nascida em 20/06/1923 nessa cidade de Joaíma, ela começou a acompanhar o seu pai, Veríssimo Rodrigues Gonçalves, por volta de 1934 quando completara 11 anos e foi permitida pelo pai a acompanhar a 1ª folia de reis da vida.


Segundo ela, naquela época, não era comum a presença de mulheres folionas nos grupos de reis, mas como Maria Lucas, sua tia e seu irmão Clemente Gonçalves participavam do grupo, seu pai então permitiu que ela acompanhasse o reisado pelas ruas ainda descalças da nossa cidade.

Ela, D. Preta, uma senhora octogenária na lucidez dos seus 86 anos, lembra perfeitamente os nomes de mais alguns componentes do grupo, a saber : Clemente Quibebo e Fortunato e nos conta que a alegria de cantar reis antigamente era outra, pois as pessoas acompanhavam os foliões com mais singeleza e naturalidade. Segundo os seus cálculos o 1º grupo de folia de reis de Joaíma começou a sua andança por volta de 1924, pois seu pai nessa época deveria ter uns 40 anos e até hoje, suas filhas, netas e netos seguem tecendo as cantigas de louvor aos reis magos...


E a saga continua...


                                                           Zé Miranda






              ABAIXO FOTOS DO REISADO DE JOAÍMA









sábado, 25 de setembro de 2010

HISTÓRIA DA CIDADE - O povoado de Bonfim dos Quartéis se desenvolve e é elevado a distrito em 1911, com a denominação de Joaíma.



                      HISTÓRIA DA CIDADE


O território do município, visto do alto, tem a forma de uma península, devido ao encontro do Rio São Miguel, Anta Podre e Água Branca, nos seus extremos. Emancipado desde 1948, tem como principal recurso econômico a agropecuária, atividade diversificada, e que vem alcançando consideráveis avanços técnicos. Joaíma deve seu nome ao chefe indígena da tribo dos botocudos - Tuchava Joahima - que fundou uma aldeia com construções semelhantes às dos colonizadores, nas margens do ribeirão Água Branca. O povoado recebeu a denominação de Quartéis ou Quartel de Água Branca devido à existência no local de um quartel da Sétima Divisão Militar de São Miguel. Também ficou conhecido como Quartéis do Senhor do Bonfim, ou ainda Bonfim dos Quartéis, em homenagem ao padroeiro da vila. Em 1892, Cypriano de Souza e família chegam ao povoado e constroem a primeira capela, em 1900. Neste ano, o gaúcho Manuel Luís se instala na foz do ribeirão Anta Podre, juntamente com numerosos trabalhadores índios e brancos. O povoado de Bonfim dos Quartéis se desenvolve e é elevado a distrito em 1911, com a denominação de Joaíma. Posteriormente,em 1948 é emancipado, desmembrando-se de Jequitinhonha.


Significado do Nome:
O nome do lugar, segundo historiadores locais, se deve ao chefe indígena, o Tuchaáua Joahima, fundador da primeira aldeia no local.